Hombre reflexivo tendido en la cama

Quais são os outros distúrbios do sono?

O fato de apresentar dificuldades para dormir ou de sentir irritabilidade, não significa necessariamente que você sofre de apneia do sono.

A apneia do sono é apenas um dos inúmeros possíveis distúrbios do sono que podem privar você de uma noite de sono normal. Entre os 85 possíveis distúrbios do sono, os mais conhecidos são a insônia, a síndrome das pernas inquietas, a narcolepsia e os distúrbios do ritmo circadiano.

 

1. Apneia do sono: um distúrbio do sono apresentando pausas da respiração, que pode envolver casos de respiração anormalmente superficial durante o sono devido a uma obstrução das vias aéreas superiores.

2. Insônia: o distúrbio do sono mais comum. O indivíduo não tem um período de sono adequado, o que causa cansaço durante o dia.

3. Síndrome das Pernas Inquietas (SPI) ou Doença de Willis-Ekbom: o indivíduo sente uma vontade irresistível de mover a sua perna ou o seu braço devido a uma sensação muito desagradável.

4. Narcolepsia: excesso de sonolência durante o dia. O cérebro não controla normalmente os ciclos de dormir e de despertar.

5. Distúrbio do Ritmo Circadiano: causado pela interrupção do relógio biológico, devido ao fuso horário, turno de trabalho, etc.

 

Há outros distúrbios respiratórios de respiração durante o sono que são similares ao da apneia do sono, tais como Síndrome de Hipoventilação por Obesidade, Síndrome de Sobreposição ou Respiração de Cheyne-Stokes.

 

SÍNDROME DA HIPOVENTILAÇÃO POR OBESIDADE (SHO)

O sobrepeso excessivo torna difícil respirar fundo e respirar mais rapidamente. Consequentemente, as pessoas obesas podem estar sofrendo da Síndrome de Hipoventilação por Obesidade.

O que ocorre? Além desse tipo de problema de respiração mecânica, uma eventual disfunção cerebral pode impedir que o cérebro controle a respiração e isso, associado à síndrome da apneia obstrutiva do sono, leva a hipoventilação: o sangue passa a conter excesso de dióxido de carbono e insuficiência de oxigênio. A SHO está sendo cada vez mais reconhecida como um problema importante de saúde pública(1), principalmente no contexto epidêmico da obesidade que vem afetando vários países. Apesar de seu grande impacto na saúde, este distúrbio está sendo subestimado.

As graves consequências respiratórias e cardiometabólicas elevam os gastos com a saúde, bem como os riscos de internação hospitalar e de morte.(1)

A Ventilação Não Invasiva (VNI) é considerada a terapia padrão em termos de redução da mortalidade, a qual, similarmente ao tratamento de CPAP, é realizada com o uso de máscara facial. A VNI aplica pressões inspiratórias máximas para auxiliar a ventilação(1)

A perda de peso é um tratamento eficaz, mas muitas vezes é difícil de ser bem sucedida sem uma intervenção, como por exemplo a cirurgia bariátrica.(1)

 

SÍNDROME DA SOBREPOSIÇÃO

A Síndrome da Sobreposição é uma combinação da DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) e da SAOS (Síndrome da Apneia do Sono Obstrutiva).

A Síndrome de Sobreposição está presente em 10% a 15% dos pacientes de DPOC.(2) Esta doença está associada à baixa oxigenação do sangue durante o sono, o que provoca fadiga extrema e outros problemas de saúde.

Não há cura para a Síndrome de Sobreposição, porém existem tratamentos para os seus sintomas, tais como a CPAP (Pressão Positiva Contínua nas Vias Aérea), a qual também melhora a função pulmonar.(2) 

Você  desconfia que sofre de algum distúrbio do sono, mas não sabe qual? Procure o seu médico que o encaminhará a um especialista do sono para obter um diagnóstico e indicar o tratamento adequado para o seu caso.

Sources:

    (1) Sleep breathing disorders – European Respiratory Society WhiteBook (chapter 23)
    (2) COPD and difficulty breathing, Sleep disorders problems, National Sleep Foundation
    (3) Cheyne-Stokes and abnormal patterns of respiration, Patient.co.uk, viewed on 04/02/2016