Diagnóstico: é sempre bom saber...

A identificação e o diagnóstico precoce são aspetos importantes na apneia do sono. Comece por perguntar ao seu companheiro, aos seus familiares ou amigos, se ressona alto ou se pára de respirar durante o sono. De um modo geral, eles são os primeiros a aperceberem-se.(1,2)  Outra forma de o ajudar a descobrir por si próprio, é responder ao Questionário Stop-Bang, um questionário rápido e simples para identificar os fatores de risco, ou gravar um vídeo de si próprio enquanto dorme.

Se suspeitar que sofre de apneia do sono, é muito importante marcar uma consulta médica o mais rapidamente possível. A apneia do sono só pode ser diagnosticada através de um estudo do sono, que pode ser realizado numa clínica do sono ou em casa, com um equipamento específico e sob a orientação de profissionais especializados.

 

Consulte o médico

O médico irá avaliar os seus sintomas, realizar um exame físico e fazer perguntas sobre os sintomas e sobre o seu historial médico. Possivelmente pedir-lhe-á para preencher um formulário (habitualmente a Escala de Sonolência de Epworth(1)) que avalia o seu grau de sonolência diurna. O médico verificará o seu peso, medirá a circunferência do pescoço e realizará alguns testes respiratórios. Caso apresente sintomas de Apneia Obstrutiva do Sono, o médico recomendará que seja submetido a um estudo do sono para confirmar o diagnóstico.

O estudo do sono

O estudo do sono, realizado durante a noite numa clínica do sono, é a forma mais completa de diagnosticar a apneia do sono. Trata-se de um exame chamado “polissonografia”, que regista os seguintes dados enquanto dorme durante a noite:(2)

 

  • Atividade cerebral (eletroencefalograma)
  • Tónus muscular (eletromiografia)
  • Movimentos do peito e do abdómen
  • Fluxo do ar através da boca e do nariz
  • Frequência cardíaca e níveis de oxigénio no sangue (oximetria de pulso)
  • Eletrocardiograma

 Nenhum desses procedimentos é doloroso. Também podem ser utilizados equipamentos para gravação de áudio e vídeo.

Após a conclusão dos exames, o médico determinará se sofre ou não de SAOS, em que medida essa perturbação interrompe o seu sono e afeta a sua saúde e, em função disso, recomendará o tratamento mais adequado.(2)

Solicite um diagnóstico. É sempre bom saber. Se sofrer de apneia do sono, poderá ser submetido a um tratamento adequado para melhorar a sua qualidade de vida. Se não sofrer de SAOS, ficará a saberá que essa não é a causa do seu problema de sono.

 Em alguns países, também é possível realizar alguns exames em casa:

A polissonografia pode ser realizada em sua casa, dispensando o acompanhamento de um técnico para garantir a qualidade da recolha de dados. Nesse exame são recolhidos menos dados, mas pode ajudar a identificar a Apneia Obstrutiva do Sono.

 

Fontes:

(1) Obstructive Sleep Apnea, British Lung Foundation, 2014

(2) Obstructive Sleep Apnea- information prescription, www.nhs.uk